terça-feira, 23 de junho de 2009

Susan Boyle dos cachorros

Foto de Jose Roberto V. Moraes

Para amenizar a minha ausência de textos e antes que a depressão das minhas possíveis duas DP's desse semestre vou escrever sobre um causo que aconteceu ontem. Estava como meu amigo acadêmico Braz na frente de uma pizzaria próxima da universidade. Falavámos do curso, sobre amizade e mais uma série de outros assuntos. Como sempre, não mais que derrepente uma mulher brota do chão com um pastor alemão enorme do meu lado. Para quem não sabe eu já fui mordida por um cachorro de rua a meia noite voltando de uma balada e por isso tenho trauma de cachorro na calçada.

-Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii caramba........
-O que foi moça?
-É que tenho um pouco de trauma de cachorro na rua...
-Ah é?!


A senhora estava vestida com uma roupa de moletom cinza e um casaco meio escroto verde água. A mulher era a Susan Boyle brasileira! CERTEZA! Igualzinha sem tirar nem por! Ela segurou a minha mão forte e disse:

-Passa a mão , o nome dela é Estela!
-Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh não moça obrigada!
-Você tem que perder o medo e é por isso que você vai passar! Para tirar o medo! E ela é boazinha!



Manoooooo! Que raiva! Estava vendo a hora da minha mão ser engolida pela Estelinha... Mesmo vendo que eu não estava afim a Susan agarrou minha mão com força e passou nas costas do animal. Tremi na base, mas ela não fez nada. O Braz começou a dar atenção para mulher que arrumou mil e cinquenta e dois assuntos diferentes para falar. Parecia uma conversa de msn com vários links, mas em uma janela só.

-Eu tenho um husky, mas ele não tem olho azul. No verão eu levo ele para tozar , as a veterinária não gosta, ai eu digo que 'não aguento mais lavar o quintal', ai meninos lavo o quintal todo dia, e os meus cachorros vivem soltos no quintal, não dá para ter cachorro na corrente, as minhas cachorras são muitoooo calmas...

Enquanto a mulher falava isso a cachorra começou a dar uns pulos e eu com medo ainda...

-Ahhh deve ter algum cachorro ali... Ela fica assim quando tem cachorro na rua... Falando nisso meninos dia 26 vai ter uma cantora maravilhosaaaaaa na igreja e vocês tem que ir! Eu moro aqui na rua , caso vocês queiram me ver... Gente que cheiro de pizza! ADORO PIZZA!

Mewww já deu para imaginar a cena. Só que o que ainda não contei é que a Susan Boyle dos cachorros estava falando a vida toda dela e ainda NÃO TINHA SOLTADO DA MINHA MÃOOOOOOOO!!! Eu olhava para cara do meu amigo e ele continua a dar atenção para mulher, dizendo que tinha cachorro peludo também e bla bla bla e nada da mulher soltar a minha mão! Foi um conjunto de situações ruins: a mulher era muito feia vulgo o apelido que dei, ela falava arregalando os olhos o que me dava muito medo, a Estela estava frenética do meu lado querendo sair e NÃO tinha nenhum cachorro na rua como ela tinha dito e como se não bastasse a mão dela era pequena e gorda e a consistência parecia uma bexiga cheia de maisena!!!! Deveria ter gritado : SOLTA MINHA MÃOOOO SUSAN BOYLE DOS CACHORROS! Mas, como sempre não fiz nada a não ser olhar com cara de tarzam para o Braz para de dar atenção para doida. Por fim, a mulher foi embora depois de meia hora de falação sem parar segurando a minha mão em cima de uma cachorra enorme!
*
*
*
*
*
*
*
*
Pois é, espero que tenham curtido mais um texto sobre essas zique ziras que acontecem comigo. galera queria covocá-los a ser seguidores do meu humilde blog! É só se cadastrar! Valeu!

10 comentários:

Helô disse...

Mano, que zica, como essas coisas só acontecem com você?!
huahauhau... vc podia ter tentado morder a mão dela pra ela cair fora! (aff)

Anderson Dias disse...

Essas historias da Derlinha sao as melhores, magina a cena e a cara dela de medo

Danii :) disse...

Derla definitivamente situações bizarras te perseguem... Pelo menos não preciso ficar preocupada em passar por elas, você passa as piores situações por todo mundo. AOKASOSKOSAKOAK'.. Vaai se benzer!

Braz disse...

EU TAVA ME CAGANDO DE RIR!


HAHAHAHAHAHAHA, ela começou a conversar e eu pensei "vou ser simpático", só que na hora que eu olhei ela agarrada na tua mão eu quase me joguei no chão de tanto raxar o bico!

Nino disse...

Hahahahahahahaha,
Mocinha, toma um Banho de Sal Grosso, pq o negócio tá feio pro seu lado. A Susan queria somente o fone do CVV,rs.

Sá Heck disse...

Junto com a Dra Sonia estava a editora dela, que também é editora do Cesar e Sezar...acho que sim, eles existem

Blog do Cachorro Cansado disse...

Opa..obrigado. Vou acompanhar o teu.
abs

Elsa Villon disse...

Ahaha... muito boa!

Esse tipo de coisa só acontece com você...

Acho que a da velha no trem foi um pouco pior, mas essa é bem ruim também...

Pior que eu vou lendo e imaginando você contando essa história de modo enfático...

AHAHA, me mijaria de rir...

Heitor disse...

Derla, não conseguiria ver outra pessoa nessa cena! talvez o tonho da lua ou o chavez... nãããããão... só você mesmo!

a derla odeia:
Cães Avulsos;
Pessoas Gordas;
Pessoas feias;
Pessoas Inconvenientes;
Assuntos aleatórios sem rumo prévio e
Cantoras de Igreja.

Ou seja, a situação foi odiavel!

boa sorte derla, se ferre por todos nós!

Banho de sal grosso3!

Anônimo disse...

Hilaria historia da "cachorrinha".. devo imaginar sua cara de alegria com sua mao entre a mao da Dra. Susan brasileira e sua dog...deve ter sido uma cena engraçada